PortuguêsEnglishEspañol
Feminicidio Juiza Morta

Alta do Feminicídio (Juíza Morta a Facadas no Rio) | Papi La Vida 21

Durante o Papi La Vida 21 os convidados também falaram sobre a alta do feminicídio no Brasil e discutem o caso da Juíza que foi morta a facadas na frente das filhas durante a véspera de Natal pelo ex-marido. Qual seria a solução para esse problema? Porte de Armas? Pena mais Rigorosa?

Na vespera de Natal 7 mulheres foram brutalmente assassinadas por seus companheiros ou ex-companheiros no Brasil. Mas um caso que chamou a atenção foi o da juíza de 45 anos, que ainda que tinha como direito a escolta de seguranças, resolveu dispensar a pedido das filhas.

Ao deixar as filhas na casa do seus ex-marido, foi surpreendida com 16 facadas na presença das filhas, gêmeas de 9 e uma de 12 anos. O assassino foi preso em flagrante.

O STF se pronunciou a respeito do caso, e decidiu tornar normas enérgicas para erradicar o feminicídio no pais. Papi, então tentou pensar no que seria uma possivel solução para o problema levando em consideração que na maioria dos casos, o assassino comete suicidio não se preocupando muito com as consequência dos seus atos.

O nosso advogado predileto Ianauan “ i” Jucá da iAdvocacia, ainda que não seja especialista na area criminal, nos da um norte sobre as modificações que poderiam ser feitas no campo jurídico.

“Solução para mim já esta sendo tomada…Lei Maria da Penha… Crime de Feminicídio Hediondo… Delegacia da Mulher especializada que é conduzida por delegada, por mulher. Vara de Justiça que é conduzida por uma Promotora ou Juíza… isso tudo já esta sendo tomando, pra mim é só continuar”, esclarece o advogado.

Papi questiona se a legalidade do porte de armas ou uma pena mais pesada seria uma possível solução imediata. E pergunta a opinião de Alvaro “El Niño”.

“Se não fosse 16 facadas seriam 2 tiros. Então não adianta armar a população porque só vai gerar mais confusão e mais morte”, explica El niño.

O apresentador explica que mudar o pensamento machista da população através da educação é um caminho mas infelizmente vai levar muitos anos. E fala sobre sua opinião com relação ao porte de armas no Brasil.

“Eu te digo com 100% de certeza. Não precisa ser psicólogo para saber disso. O brasileiro não tem condições psicológicas para ter posse e porte de arma. Deixo bem claro isso. Não tem”, desabafa o apresentador.

Compartilhe com Los Amiguitos

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

LISTA DE AMIGOS DO PAPI

Participe de Lives, Sorteios y Mucho Más...